Polícia Federal realiza operação de busca e apreensão em Garanhuns.

0
54

Na manhã desta quinta-feira (20), a Polícia Federal cumpriu quatro mandados de busca e apreensão na cidade de Garanhuns, atingindo a sede da Prefeitura e as secretarias de Finanças, Saúde e Educação. A ação investiga suspeitas de irregularidades em contratos que movimentaram aproximadamente R$ 18 milhões, firmados com uma empresa suspeita de ser de fachada nas áreas de educação e saúde.

De acordo com a Polícia Federal, a operação visa esclarecer dispensas de licitações entre a Prefeitura de Garanhuns e uma ONG que aparenta ser uma empresa de fachada. A investigação foca em contratos firmados em 2023, envolvendo serviços nas áreas de educação e saúde.

Pela manhã, os agentes federais apreenderam documentos e mídias digitais. A análise desse material será crucial para determinar se houve lavagem de dinheiro na celebração dos contratos, um no valor de R$ 10 milhões e outro de R$ 7,6 milhões.

A Polícia Federal destacou que a empresa contratada não possui funcionários registrados e é presidida por uma pessoa que foi beneficiária de assistência social do governo durante a pandemia, indicando a possibilidade de ser um “laranja” no esquema de dispensa irregular de licitação.

A investigação segue em andamento, e a análise dos documentos apreendidos será determinante para esclarecer o envolvimento dos suspeitos e confirmar a existência de lavagem de dinheiro. A operação da Polícia Federal é um passo significativo na luta contra a corrupção e a má gestão de

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here