Homem é preso após tentar transferir título de eleitor com comprovante de endereço falso

0
106

Um jovem de 22 anos foi detido em Tocantinópolis, no norte do estado, na última terça-feira (16), por tentar alterar seu domicílio eleitoral de forma ilegal. O rapaz buscava transferir seu local de votação para Maurilândia do Tocantins, cidade situada a pouco mais de 40 km de sua residência atual. O caso veio à tona quando um servidor da Justiça Eleitoral percebeu irregularidades no comprovante de endereço apresentado pelo indivíduo e encaminhou o caso à 17ª Delegacia de Polícia de Itaguatins.

De acordo com o delegado Antônio Bandeira, o suspeito admitiu ter sido influenciado por seu irmão a realizar a mudança ilegal. Curiosamente, foi o próprio irmão quem forneceu o documento falso que levou à sua prisão em flagrante.

A tentativa de alterar o domicílio eleitoral de maneira fraudulenta está prevista no artigo 289 do Código Eleitoral e pode resultar em uma pena de até cinco anos de detenção, além do pagamento de multa que varia entre cinco e 15 dias-multa. Após prestar depoimento, o jovem teve a oportunidade de pagar uma fiança estipulada em dois salários mínimos, equivalente a R$ 2.824, e foi liberado para responder ao processo em liberdade.

Diante deste episódio, o delegado Bandeira destacou a importância de revisar as inscrições de mudança de domicílio eleitoral que levantem qualquer suspeita, especialmente em anos eleitorais. Ele assegurou que todos os procedimentos legais estão sendo rigorosamente observados conforme estabelecido pela justiça eleitoral.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here