*Claudiano Filho lidera atuação à frente da bacia leiteira de Pernambuco e une mais de 500 representantes na Assembleia Legislativa de Pernambuco*

0
86

Nesta terça-feira, a Assembleia Legislativa de Pernambuco foi palco de uma audiência pública convocada pelo deputado estadual Claudiano Filho para debater a crescente importação de produtos lácteos no estado. O encontro reuniu representantes do setor da bacia leiteira pernambucana, um dos pilares econômicos do interior, sustentando milhares de famílias na região.

Pernambuco se destaca no cenário nordestino como um dos maiores importadores de queijos, respondendo por 50% das importações da região. Em números, isso se traduz em mais de 230 mil litros de leite em queijos que entram no estado diariamente, gerando uma significativa injeção de renda nas comunidades locais.

Claudiano Filho expressou sua preocupação com o impacto negativo dessa importação na cadeia produtiva local: “Estamos reunidos hoje para buscar soluções que minimizem o impacto sobre a nossa produção leiteira e para valorizar nossos métodos artesanais de produção.”

Entre os principais atores responsáveis por essa importação estão grandes redes supermercadistas e distribuidores, muitas vezes incentivados por políticas estaduais. Saulo Malta, presidente do Sinproleite, ressaltou a diversidade dos produtores presentes na audiência e mencionou a concorrência desleal que a mussarela nacional enfrenta devido a benefícios fiscais de outros estados.

O evento contou com a participação de diversos deputados, incluindo Luciano Duque, Dannilo Godoy, Débora Almeida, Joaquim Lira, Doriel Barros e Henrique Queiroz Filho. A presença massiva de representantes da bacia leiteira, vindos de cidades como Itaíba, Águas Belas, Pedra, Venturosa, Buíque, Caetés, Altinho e São Bento do Una, reforçou a importância do tema para o setor.

Carlos Santana, secretário executivo de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, comprometeu-se a abordar o problema da falta de energia nas zonas rurais, que afeta diretamente as queijarias. Ele anunciou que a Neoenergia será acionada para buscar soluções emergenciais.

Na mesma linha, Cícero Almeida, secretário de Desenvolvimento Agrário de Pernambuco, informou sobre a publicação de uma portaria que regulamenta a Lei 18.098, de autoria do deputado Claudiano Filho. Esta lei permite a produção artesanal de mussarela e outros derivados do leite em anexos específicos das queijarias.

Por sua vez, o secretário da Fazenda, Wilson de Paula, destacou o comprometimento do estado em apoiar a produção artesanal, através de incentivos fiscais que chegam a cerca de 25 milhões de reais. Ele salientou a importância de promover a aquisição de leite in natura para estimular a indústria local.

“Estamos em constante movimento para abordar esta questão. Analisaremos os resultados de nossas iniciativas e vamos focar na questão da mussarela nacional que entra em Pernambuco. O nosso alvo principal é o produtor rural, buscando proporcionar melhores oportunidades para comercialização do leite”, concluiu Wilson.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here