Logo

Brasil leva surra no Mundial Sub-17, perde 3º clássico e tem semana de ‘freguês’ para a Argentina

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

seleção brasileira foi surpreendida pela Argentina na manhã desta sexta-feira, dia 24, pela Copa do Mundo Sub-17. A derrota por 3 a 0, com hat-trick da joia do River Plate Claudio Echeverri, eliminou o Brasil das quartas de final da competição. Com o resultado, os brasileiros perdem a terceira partida consecutiva para a Argentina, em três modalidades diferentes, na mesma semana: Eliminatórias da Copa de 2026, Mundial Sub-17 e futebol de cegos, no Parapanamericano de Santiago.

No Sub-17, disputado na Indonésia, o Brasil iniciou bem a partida e controlou as ações no primeiro tempo, principalmente com Estevão, revelado pelo Palmeiras, Rayan e Lucas Castilho. No entanto, foi a Argentina que conseguiu chegar ao seu primeiro gol, com contra-ataque rápido de Echeverri. O atacante chutou de fora da área e a bola, que ainda desviou no meio do caminho, encobriu o goleiro Philipe Gabriel. Apesar de algumas entradas mais ríspidas, o jogo não teve confusão, como se viu no Maracanã.

À frente no marcador, a Argentina teve espaço aberto para iniciar a goleada nos 45 minutos finais. Na entrada da área, Echeverri venceu a zaga brasileira e o goleiro para marcar o segundo da partida; para fechar o placar, na reta final, ele recebeu a bola em um contra-ataque rápido, driblou Philipe Gabriel e empurrou para o gol, sem dificuldades, para classificar a seleção sul-americana à semifinal do Mundial.

Echeverri se tornou o primeiro jogador a marcar três gols em uma partida de Mundial Sub-17 pela seleção argentina. Seu desempenho nesta sexta-feira faz com que o país amplie seu domínio diante do Brasil. Na terça-feira, Messi e os campeões mundiais no Catar surpreenderam a seleção de Fernando Diniz no Maracanã e venceram por 1 a 0, com gol de Nicolás Otamendi, zagueiro do Benfica. Foi a primeira vez que o País perdeu um jogo como mandante nas Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo e o confronto ainda ficou marcado por uma confusão nas arquibancadas, com violência entre torcedores, que adiou o apito inicial em cerca de 30 minutos.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

PUBLICIDADE

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img