Logo

Transporte Escolar da Pedra entra na mira do Ministério Publico após denuncias e ônibus ter pegado fogo transportando alunos na zona rural

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

As denúncias feitas pela vereadora Cleyde Braz (PSB), após um ônibus escolar pegar fogo na zona rural da Pedra, Agreste de Pernambuco, mobilizou vários órgãos de fiscalização para fazer uma vistoria nos veículos que transportam os alunos da rede municipal de ensino do município, atendendo a solicitação do promotor de justiça, Dr. Raul Lins. A vistoria aconteceu nesta quinta-feira (09) e envolveu representantes da Polícia Rodoviária Federal, Detran-PE, Corpo de Bombeiros e Tribunal de Contas do Estado.

“Assim que tomamos conhecimento do ocorrido, enviamos a promotoria local imagens do ônibus consumido pelo fogo e pedimos providências para que isso não mais ocorresse, além de denúncias que já fizemos sobre superlotação desses ônibus. Vamos aguardar o relatório e acompanhar as medidas que serão tomadas. De qualquer forma, parabenizamos a ação do Ministério Público”, afirmou a vereadora Cleide Braz.

Além dos representantes dos órgãos de fiscalização que realizaram a vistoria, também estavam presentes os vereadores Ró e Beto Torres; o secretário de Transportes da Pedra, Nailson França; e Dr. Eldy Magalhães.

Segundo a vereadora Cleyde Braz, o relatório da vistoria deve ser entregue ao promotor do município. “Em alguns casos eles dão um prazo para os motoristas e empresa se adequarem. Vou solicitar a informação se o município tem georreferenciamento em relação ao transporte escolar, pois ele é fundamental para a solução do problema, pois é a partir deste mapeamento que se pode ter uma visualização geral do problema”, disse.

Segundo a parlamentar socialista, o Tribunal de Contas diz claramente que o transporte escolar possui grande importância para a educação, uma vez que facilita o acesso dos alunos à escola e contribui para a permanência destes no sistema educacional, reduzindo os índices de evasão escolar. Um transporte escolar de má qualidade tem impacto negativo significativo no rendimento dos alunos, além de atentar contra a segurança dos alunos.

No último dia 28 de fevereiro, as crianças de um ônibus escolar que fazia o trajeto da cidade da Pedra para o Distrito do Poço do Boi, passando pelo Travessão e Sítio Caju, passaram um grande susto quando o veículo começou a fumaçar e pegar fogo no meio da estrada.

Testemunhas relataram que todos os alunos foram retirados rapidamente, com ajuda do motorista e de moradores do local, sem registro de feridos. Há um bom tempo os vereadores da oposição e os pais dos alunos denunciam as péssimas condições do transporte escolar da prefeitura e dizem que não é a primeira vez que aconteceu problemas com o transporte escolar.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

PUBLICIDADE

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img