Logo

Prefeitura de Buíque promove natal viver melhor para idosos assistidos pelo CCI.

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

À medida que a população idosa cresce no município de Buíque, a discussão sobre a garantia de seus direitos tem ocupado maior espaço na agenda da sociedade, acompanhada de uma percepção mais aguda sobre a diversidade de suas demandas. Entretanto, não é raro notar neste processo que os idosos são percebidos, equivocadamente, como um grupo etário homogêneo, sem a necessária compreensão das diferenças que o constituem. O envelhecimento é um processo contínuo, comum a todos, mas também singular.

Cada indivíduo envelhece a seu modo, em virtude de fatores ambientais, biológicos, econômicos, culturais e sociais. O termo “idoso” ou “pessoa idosa” abriga diferenças, singularidades e traços específicos que devem ser observados pelo poder público, a fim de atender adequadamente as suas necessidades, dada a existência de várias velhices.

 Esta diversidade entre os idosos se dá em razão de diferenças na capacidade funcional, na relação com o território, no contexto socioeconômico, nas relações familiares e comunitárias, no gênero, nas experiências já vividas e nas expectativas quanto ao futuro.

Comemorando as conquistas obtidas durante os meses de 2022, onde cuidar e zelar dos idosos assistidos foi uma das principais metas alcançadas no centro de convivência, a prefeitura do município de Buíque, através de sua Secretaria de Assistência Social promoveu a confraternização de dezenas de idosos assistidos pelo projeto viver melhor.

Em clima festivo e show especial de Anthony César, idosos e idosas participaram do momento amigo secreto acompanhado um almoço que foi servido pelos funcionários que durante todo ano estiveram diariamente presentes na vida de cada um.

 Em Buíque, a proteção social básica tem como objetivos prevenir situações de risco por meio do desenvolvimento de potencialidades, aquisições e fortalecimento de vínculos familiares e comunitários conforme destacou Matheus Albuquerque, secretario de Ação Social que ao lado de Fabriçia Valença, atual secretaria  da juventude do município fez questão de prestigiar o evento.

Destina-se à população que vive em situação de vulnerabilidade e exclusão social, privação de acesso à renda ou serviços públicos, fragilização de vínculos afetivos. Prevê o desenvolvimento de serviços, programas e projetos locais de acolhimento no centro de convivência e socialização de famílias, conforme identificação da situação de vulnerabilidade apresentada.

 

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img

PUBLICIDADE

spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img
spot_imgspot_img