Com requintes de crueldade, professora e morta pelo marido em Buique

0
4164

Em Buíque no agreste do estado, a notícia de uma tragédia acaba de deixar a população em estado de choque, pela maneira de como aconteceu, e com o tamanho de crueldade que foi praticada vitimando a professora e ex diretora da Escola Carolina Guedes Rosa Farias.

De acordo com as informações colhidas agora a pouco por volta das 19 horas, como era de rotina, a professora Rosa Farias tinha como destino certo todos os dias levar o almoço e medicar sua mãe, que também e mãe do sargento Peninha.

Não comparecendo a casa de sua genitora como de costume, nem tão pouco atender as ligações, familiares da vítima acharam estranho a sua ausência, e por iniciativa própria uma sobrinha resolveu ir até a residência da professora para saber o que estava acontecendo.

Chamando a tia por diversas vezes, e percebendo que Rosa Farias não estava respondendo, a sobrinha suspeitou que algo estava errado porque Rosa não costumava deixar de dar notícias a família e nem tão pouco de visitar sua mãe diariamente.

Estranhando a ausência e a falta de comunicação, um sobrinho resolveu verificar o que havia acontecido com a tia, então tomou a iniciativa de estacionar um caminhão e escalar o primeiro andar para entrar pela porta de cima.

Ainda segundo as informações, ao entrar na residência para verificar o que tinha acontecido, o rapaz entrou em choque quando viu sua tia, a professora Rosa Farias morta em cima de sua com um corte profundo no pescoço.

Em choque, o rapaz conseguiu quebrar a porta de entrada e acionou a polícia para tomar as devidas providências, haja visto que o principal suspeito de praticar o crime com requintes de crueldade é seu companheiro que não se encontrava no local e não foi visto pelos vizinhos durante todo dia de sábado (26) e já é considerado foragido.

Motivos e horário do assassinato ainda não se têm essas informações, isso porque a professora foi encontrada morta por volta das 18:30 hs deste sábado.

Mais informações, a qualquer momento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here